quinta-feira, 31 de maio de 2012

Encerramento do Tríduo de Nossa Senhora da Libertação


 No dia 27 de Maio de 2012. Aconteceu na Comunidade de Nossa Senhora da Libertação, o encerramento do tríduo de sua padroeira. A Celebração iniciou as 17:00 horas e foi presidida pelo o Pároco Padre Luis Gabriel. A comunidade convidada foi a Comunidade Divina Misericórdia.











Créditos fotos: Emília

Jantar Beneficente da Santa Luzia



Dia 26 de Maio de 2012, aconteceu na Comunidade da Santa Luzia, o Jantar Beneficente em prol da reforma da Igreja. O jantar realizou no Espaço Fátima Oliveira, na rua Francisco Pereira,185 no bairro Jardim das Oliveiras. Reuniu os paroquianos e suas famílias. Teve Buffet, e foi animado pelo o Ministério de Musica Canção Viva.    













Créditos fotos: Bruno Moreira.

3° Dia do Triduo de Nossa Senhora da Libertação





No dia 26 de Maio de 2012. Aconteceu na Comunidade de Nossa Senhora da Libertação, o terceiro dia do tríduo de sua padroeira. Iniciou com a adoração ao Santíssimo as 18:30, e depois as 19:00 horas a Santa Missa sendo presidida pelo o Padre Cristiano. Depois da celebração teve um encontro social com barraca de comida. A comunidade convidada foi da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.


2° Dia do Tríduo de Nossa Senhora da Libertação



No dia 25 de Maio de 2012. Aconteceu na Comunidade de Nossa Senhora da Libertação, o segundo dia do tríduo de sua padroeira. Iniciou com a adoração ao Santíssimo as 18:30, e depois as 19:00 horas a Santa Missa sendo presidida pelo o Monsenhor Idelfonso. Depois da celebração teve um encontro social com barraca de comida. A comunidade convidada foi da Igreja de Santa Luzia.
















Créditos foto: Emília , Canção Viva

sábado, 26 de maio de 2012

O Espírito de Amor: a respiração de Deus


Em hebraico a palavra "espírito" é RUAH, ou seja, é sopro, ar. Ar é respiração. Respiração é vida. O Espírito Santo é o sopro da vida. É o princípio da vida.(cf. o evangelho da missa de Pentecostes: Jo 20,19-23).Se o Espirito Santo é RUAH, podemos dizer que a respiração de Deus é o Amor. O ar que é a vida de Deus é o Amor. Portanto, o Espírito Santo é o Amor de Deus.

Os dois momentos decisivos para a humanidade são obra do sopro ou do Espírito Santo: a criação da pessoa humana (cf. Gn 2,7) e a comunicação do Espírito Santo (cf. Jo 20,22). O sopro tirou o homem do barro e aconteceu a vida; o mesmo sopro tirou o homem do pecado e surgiu a vida nova da Graça.

 

Esse ar de Deus, o Amor do Espírito Santo nos é conferido no Batismo. Com ele recebemos todos os dons. Aliás, existe um só dom: o dom do Espírito. Os demais são as muitas maneiras com que o Espírito age. Não há necessidade de pedir os dons. O desafio é colocá-los em prática.

Os tradicionais dons são sete; seis nas traduções do texto grego (cf. Is 11,1-9) No entanto, os dons do Espirito Santo são muitos. Não é possível que a capacidade do Espírito se limite ao número sete. Os dons do Espírito sopram para cada época e para cada necessidade da Humanidade o dom equivalente.

 

Mas como age o Espírito? A resposta está na mesma solenidade de Pentecostes (cf. At 2,1-41). Lucas não é o jornalista que publica a reportagem de um fato. É o catequista que busca explicar como o Espírito age. Entre tais símbolos destaco a linguagem universal na qual todos se entendem.
A linguagem universal na qual todos se entendem é o Amor. Por exemplo: “Lá em casa falamos línguas diferentes”. “No meu grupo, todos falam a mesma língua”.

As pessoas que aderiram aos apóstolos e pediram o Batismo são as que se deixavam penetrar pela força do Espírito e se converteram para o Amor! Começa a se formar a Igreja. A força do Amor provoca novo relacionamento entre pessoas e povos pela proposta da comunhão de todos para continuar a missão libertadora de Jesus Cristo.

 

São João escolheu o símbolo do sopro para explicar quem é o Espírito.O Espírito foi soprado diretamente pela boca de Deus na criação do homem; foi também soprado diretamente por Jesus Cristo na comunicação do Espírito.Realmente Deus respira o Amor! E este amor está em nós!

Ele habita em nós, nos escolheu para sermos templos de seu amor, assim como Deus, no Antigo Testamento, escolheu o Templo de Jerusalém para habitar. É através de Seu impulso que gritamos “Abba, Pai” e reconhecemos que Jesus é o Senhor!



É o Espírito Santo que nos convence do Amor de Deus, que nos leva a ficarmos contritos com nossas falhas e procurar o sacramento da Reconciliação. É por Ele que vivemos, e é Seu sopro que nos faz vivos.

O Espírito Santo é nossa maior fonte de alegria! Sem Ele, não há amor, não há verdade, não há consolo, não há perdão. Por isso digo que Ele é nosso melhor amigo!


Obrigado, Santo Espírito de Deus, pelo amor com que nos ama!


fonte:http://filhosdamisericordia.blogspot.com.br/2012/05/o-espirito-de-amor-respiracao-de-deus.html

Abertura do Tríduo de Nossa Senhora da Libertação






No Dia 24 de Maio de 2012, Começou o Tríduo de Nossa Senhora da Libertação. As 18h15 teve Adoração ao Santíssimo, logo apos Padre Luis Gabriel benza a nova imagem da padroeira; em seguida teve a procissão da imagem, da matriz ate a comunidade. Ao chegar, iniciou a Santa Missa presidida pelo o Pároco Pe. Luis Gabriel. Durante a celebração, a imagem de Nossa Senhora da Libertação foi coroada, e logo apos teve um encontro social com barraca de comida.



   
  
  
  
Créditos: Emília, Guilherme