segunda-feira, 29 de outubro de 2012

MISSÃO NA PARÓQUIA SÃO JOÃO EUDES



A Paróquia São João Eudes, no bairro Luciano Cavalcante, está realizando há mais de um mès, contando também com a participação de membros da comunidade católica "Anuncia-me", uma missão na comunidade Nossa Senhora da Libertação, com visita aos seus moradores nos 2º e 4º sábados de cada mês, das 8 às 11 horas.

Os missionários recebem breve formação sobre o sentido da missão, dada pelo padre Gabriel Mendonza. Em seguida, todos participam de um café comunitário e saem em grupos de 2 ou 3 para visitas às residências.

A Paróquia São João Eudes está realizando essa missão nas suas comunidades. Neste mês, na Comunidade Nossa Senhora da Libertação e em novemro, na Comunidade Santa Luzia.



Fonte:http://blogdasagradafamilia.blogspot.com.br/2012/10/missao-na-paroquia-sao-joao-eudes.html

Festa das Crianças- Libertação


No sábado, 27 de outubro, aconteceu na Comunidade Nossa Senhora da Libertação, as 15h, a Festa das Crianças. Apos as Missões nas casas da comunidade no período da Manhã, foi realizado um momento para as crianças de diversão e brincadeiras, sendo como uma comemoração do dia das crianças. E o nosso Pároco  Padre Luis Gabriel, que estava presente, acompanhado esse momento. E as 18h, teve a Santa Missa encerrando as atividades na comunidade.


 

  Créditos das Fotos: Silvia

sábado, 27 de outubro de 2012

SOLENIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS EM VALMARÍA


Solenidade CJM

 No sábado, 20 de outubro Valmaría nos reunimos em um grande grupo de Eudists províncias da Colômbia e de Minuto de Dios para comemorar 340 anos da primeira celebração litúrgica em honra do Sagrado Coração de Jesus, instituída por São João Eudes na Igreja em 1672 .


Justamente os papas Pio X e Pio X deu as Eudes pai em breve de beatificação (1909) e na Bula de canonização (1925) o triplo título "Pai, Doutor e Apóstolo do culto litúrgico dos Sagrados Corações de Jesus e Maria " . O Touro mesmo lindamente expressar este fato da seguinte maneira. " Onde estava singularmente brilhou zelo na promoção da devoção saudável aos Sagrados Corações de Jesus e Maria, que, não sem inspiração divina, antes do pensamento ninguém, no culto litúrgico tributado " (cf. AAS 17 (1925) 489 -490.
Quando Eudes pai decidiu realizar uma festa em honra do Sagrado Coração já tinha mais de vinte anos, ele havia instituído a festa do Coração de Maria (1648), e estavam comemorando numerosas dioceses e institutos religiosos. No entanto, John Eudes sentir a necessidade de tomar uma nova iniciativa para estabelecer a festa do Sagrado Coração. Ao entrar em duas partes separadas do Coração de Jesus e do Coração Imaculado de Maria de pessoas cristãs entender melhor o que esses corações pode descobrir mais calma o rico doutrinal e espiritual do Sagrado Coração de Jesus e do Coração de Maria.
 Solenidade CJMSolenidade CJM
Por 1668 o pai tinha feito uma Eudes comerciais e uma Missa em honra do Sagrado Coração. Em 20 de abril de 1670 o Bispo Carlos Francisco de la Vieuville, bispo de Rennes, emitiu um decreto de aprovação e autorização de tais textos celebração litúrgica da festa do Sagrado Coração. Este é o primeiro documento sobre o culto oficial da Igreja litúrgica e público em honra do Sagrado Coração (OC VIII, 380). Em seguida, esses mesmos textos aprovados pelos bispos da Coutances, Evreux, Paris, Bayeux e Lisieux. Em 29 de julho de 1672 João Eudes aborda seus irmãos uma carta cheia de alegria e de gratidão ao Senhor, para convidá-los para comemorar em casa, em 20 de outubro após a festa do Sagrado Coração. Na introdução de Eudes Pai carta expressa a sua intenção de instituir esta festa.
Nosso Salvador mais amoroso certamente fez graça inefável de dar a nossa congregação coração admirável de sua Mãe Santíssima. Mas, na sua bondade ilimitada, foi muito mais longe e nos deu o seu próprio coração para estar junto com a sua gloriosa Mãe, o fundador e superior, o princípio eo fim, o coração ea vida de que Congregação. Nós fizemos este imenso dom do nascimento da nossa Congregação. Porque se é verdade que até agora não tinha realizado uma festa particular e adorável Coração própria de Jesus, no entanto, nunca foi a nossa intenção de separar duas coisas que Deus tão intimamente ligados, o coração do Filho de Deus e agosto a sua Mãe Santíssima. Nosso objetivo sempre foi, desde o início da nossa Congregação, considerar e honrar estes dois corações bondosos como um coração, em unidade de espírito, sentimentos, vontade e dilection.Demonstram claramente que a cada dia a saudação foi Sagrado Coração de Jesus e de Maria " (cf. Clemente Guillon, em toda a vontade de Deus, São João Eudes através de suas cartas, Carta n º 38, p. 145-146 ).
Solenidade CJMSolenidade CJM
Como parte desta celebração da família, da comunidade Valmaría hospedado cinco jovens que assinaram a ata de início do Estágio na Congregação: William Collazos Caicedo, Victor Alfonso Torres Ramos, David Mercado Jesus Montes, Nelson Pineda Julián Castro e Mayron Jair Rojas Jaramillo. Durante este período previsto nas Constituições (Const. 69) são candidatos para a vida apostólica em comunidade, descobrir e aceitar a Congregação como uma família, com seu fundador, o seu património espiritual, suas constituições, a sua aparência atual e seus projetos. Após a celebração, partes almoçaram juntos na Valmaría jantar.


sexta-feira, 26 de outubro de 2012

sábado, 20 de outubro de 2012

Festa das Crianças da Matriz


Hoje, dia 20 de outubro, no Colégio Prof° Luis Costa, ao lado da Igreja Matriz Menino, aconteceu a festa das Crianças. Iniciou as 9:30, com camas elásticas, diversas brincadeiras e um mini salão para as meninas, depois teve um lanche com refrigerante e cachorro quente, e no final, teve sorteio de vários brinquedos. 
Acontecera também, a festa das crianças, na comunidade Santa Luzia, as 9h.





segunda-feira, 15 de outubro de 2012

PARÓQUIA SÃO JOÃO EUDES REALIZA MISSÃO


A Paróquia São João Eudes, localizada no bairro Luciano Cavalcante, nas proximidades da Câmara Municipal de Fortaleza, vem realizando, há algum tempo, missões na comunidade Nossa Senhora da Libertação, vistando residências, onde os missionários fazem saudação, identificam-se, partilham, proclamam a Palavra de Deus, oram  e abençoam a residência.
Ontem, foi realizada mais uma missão, sendo aberta com explicações e envio feitos pelo pároco Gabriel Mendonza, na Capela da Comunidade Nossa Senhora da Libertação e o dia terminou com uma celebração eucarística, num campo de futebol, às 18h30.



Fonte:http://blogdasagradafamilia.blogspot.com.br/2012/10/paroquia-sao-joao-eudes-realiza-missao.html

sábado, 13 de outubro de 2012

PARÓQUIA SÃO JOÃO EUDES LANÇA OFICIALMENTE O "ANO DA FÉ"








Uma celebração eucarística, presidida pelo padre Gabriel Mendonza, deu início, ontem, de maneira oficial,na Paróquia São João Eudes,  o "Ano da Fé", que começou no dia 11, com a abertura sendo feita pelo papa Bento XVI, em Roma, que iniciou a sua homília dizendo que "hoje, com grande alegria, 50 anos depois da abertura do Concílio Vaticano II, damos inicio ao "Ano da Fé", que vai até o dia 11 de outubro de 2013. Também com  relação ao dia 11, o pároco Gabriel Mendonza, disse mais que "estamos comemorando os 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II e os 20 anos da publicação do Catecismo da Igreja Católica".

MUITO BONITA

A noite de ontem, na Igreja Matriz do bairro Luciano Cavalcante - localizada nas proximidades da Câmara Municipal de Fortaleza -  foi muito bonita, bem organizada e contou com a particiação ativa dos fiéis e além da celebração, jovens e crianças que fazem parte daquela paróquia, encenaram algumas apresentações voltadas para as comemorações da abertura do "Ano da Fé" e do dia consagrado à Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, que foi introduzida na Igreja do Menino Deus levada pelo padre Cristiano Henrique.

NOSSA SENHORA APARECIDA

Antes de iniciar a celebração, o padre Gabriel Mendonza falou sobre o "Ano da Fé", lançado pelo papa Bento XVI e fez um histórico de Nossa Senhora Aparecida:

"Com muita alegria, lembramos e celebramos solenemente, hoje, o dia da padroeira do Brasil, Nossa Senhora da Conceição Aparecida".

A história de Nossa Senhora da Conceição Aparecida tem seu início pelos meados de 1717, quando chegou a notícia de que o Conde de Assumar, D. Pedro de Almeida e Portugal, Governador da Província de São Paulo e Minas Gerais, iria passar pela Vila de Guaratinguetá, a caminho de Vila Rica, hoje cidade de Ouro Preto (MG).
Convocados pela Câmara de Guaratinguetá, os pescadores Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves saíram à procura de peixes no Rio Paraíba. Desceram o rio e nada conseguiram.
Depois de muitas tentativas sem sucesso, chegaram ao Porto Itaguaçu, onde lançaram as redes e apanharam uma imagem sem a cabeça, logo após, lançaram as redes outra vez e apanharam a cabeça, em seguida lançaram novamente as redes e desta vez abundantes peixes encheram a rede.
A imagem ficou com Filipe, durante anos, até que presenteou seu filho, o qual usando de amor à Virgem fez um oratório simples, onde passou a se reunir com os familiares e vizinhos, para receber todos os sábados as graças do Senhor por Maria. A fama dos poderes extraordinários de Nossa Senhora foi se espalhando pelas regiões do Brasil.
Por volta de 1734, o Vigário de Guaratinguetá construiu uma Capela no alto do Morro dos Coqueiros, aberta à visitação pública em 26 de julho de 1745. Mas o número de fiéis aumentava e, em 1834, foi iniciada a construção de uma igreja maior (atual Basílica Velha).
No ano de 1894, chegou a Aparecida um grupo de padres e irmãos da Congregação dos Missionários Redentoristas, para trabalhar no atendimento aos romeiros que acorriam aos pés da Virgem Maria para rezar com a Senhora "Aparecida" das águas.
O Papa Pio X em 1904 deu ordem para coroar a imagem de modo solene. No dia 29 de abril de 1908, a igreja recebeu o título de Basílica Menor. Grande acontecimento, e até central para a nossa devoção à Virgem, foi quando em 1929 o Papa Pio XI declarou Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil, com estes objetivos: o bem espiritual do povo e o aumento cada vez maior de devotos à Imaculada Mãe de Deus.
Em 1967, completando-se 250 anos da devoção, o Papa Paulo VI ofereceu ao Santuário de Aparecida a Rosa de Ouro, reconhecendo a importância do Santuário e estimulando o culto à Mãe de Deus.
Com o passar do tempo, a devoção a Nossa Senhora da Conceição Aparecida foi crescendo e o número de romeiros foi aumentando cada vez mais. A primeira Basílica tornou-se pequena. Era necessária a construção de outro templo, bem maior, que pudesse acomodar tantos romeiros. Por iniciativa dos missionários Redentoristas e dos Senhores Bispos, teve início, em 11 de novembro de 1955, a construção de uma outra igreja, a atual Basílica Nova. Em 1980, ainda em construção, foi consagrada pelo Papa João Paulo ll e recebeu o título de Basílica Menor. Em 1984, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) declarou oficialmente a Basílica de Aparecida Santuário Nacional, sendo o "maior Santuário Mariano do mundo".


Fonte:http://blogdasagradafamilia.blogspot.com.br/2012/10/paroquia-sao-joao-eudes-lanca.html

Missa em Honra a Nossa Senhora de Aparecida



No dia que se comemora o dia de Nossa Senhora de Aparecida, a padroeira do Brasil, dia 12 de outubro, aconteceu a Santa Missa em honra a nossa padroeira. A celebração ocorreu na Igreja Matriz Menino Deus as 19hs, que foi Presidida pelo o Pároco, Padre Luis Gabriel e Co-celebrada de Padre Cristiano. Durante a Celebração, na Homilia de Padre Luis Gabriel: ele falou a Abertura do Ano da Fé na Arquidiocese que aconteceu na quinta-feira, 11, e da abertura do Ano da Fé na Paroquia. Apos a Homilia, teve uma pequena encenação com as crianças de nossa paroquia. Depois na profissão de fé, foram acessas as velas no Cílio Pascal, simbolizando apresenta do cristo ressuscitado. Ao final da Celebração, Padre Cristiano ler o documento oficializando a Abertura do Ano da Fé em nossa Paroquia.




CATEDRAL LOTADA NA ABERTURA DO ANO DA FÉ


Flashes da abertura do "Ano da Fé", ontem, na Catedral: 1) A homília de dom José Antonio; 2) os fiéis lotando a Catedral; 3) fiéis na fila para comungar; 4) representantes das regiões e paróquias recebendo a Capela; 5) Dom José Antonio encerrando a celebração; 6) Padre Gabriel, em primeiro plano, na procissão de encerramento da missa e, finalmente, dom José Antonio, dom José Luís e o padre Rafhael, cerimonialista   






Aconteceu na noite passada, com uma concelebração eucarística, a abertura do "Ano da Fé",com a solenidade presidida por dom José Antonio A. Tosi Marques, e a participação de bispos e mais de uma dezena de padres e a presença de representantes de todas as paróquias da Arquidiocese de Fortaleza.

A missa começou às 19 horas e terminou perto das 21 horas, depois da entrega de capelas aos párocos e representantes de paróquias e regiões. A capela é o trabalho de um artista latinoamericano, onde ele destaca a resurreição de Cristo, como acontecimento principal e em torno da ressurreição de Cristo diversos acontecimentos", descreveu o padre Gabriel Mendonza, pároco de São João Eudes, que levou um número signifiticativo de paroquianos. As dependências da Catedral, no Centro de Fortaleza, onde foi celebrada a Missa, estavam completamente tomadas por fiéis católicos.

Na sua homília, dom José Antonio falou sobre as comemorações do Jubileu de 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II, dos 20 anos da publicação do Catecismo da Igreja Católica e sobre a homilia do papa Bento XVI, que ele fez questão de transmití-la integralmente para todos que compareceram à Catedral. Sua Santidade disse, "HOje, com grande alegria, 50 anos depois da abertura do Concílio Vaticano II, damos início ao "Ano da Fé". 


Fonte:http://blogdasagradafamilia.blogspot.com.br/2012/10/catedral-lotada-na-abertura-do-ano-da-fe.html

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Aviso:Missa Ao Vivo-N.S. de Aparecida

Hoje será Transmitida a Missa em Honra a Nossa Senhora de Aparecida, a partir das 19hs, direto da Igreja Matriz Menino Deus.  

NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA


Com muita alegria nós, brasileiros, lembramos e celebramos solenemente o dia da Protetora da Igreja e das famílias brasileiras: Nossa Senhora da Conceição Aparecida. A história de Nossa Senhora da Conceição Aparecida tem seu início pelos meados de 1717, quando chegou a notícia de que o Conde de Assunar  D. Pedro de Almeida e Portugal, Governador da Província de São Paulo e Minas Gerais, iria passar pela Vila de Guaratinguetá, a caminho de Vila Rica, hoje cidade de Ouro Preto (MG). Convocados pela Câmara de Guaratinguetá, os pescadores Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves saíram à procura de peixes no Rio Paraíba. Desceram o rio e nada conseguiram. Depois de muitas tentativas sem sucesso, chegaram ao Porto Itaguaçu, onde lançaram as redes e apanharam uma imagem sem a cabeça, logo após, lançaram as redes outra vez e apanharam a cabeça, em seguida lançaram novamente as redes e desta vez abundantes peixes encheram a rede. A imagem ficou com Filipe, durante anos, até que presenteou seu filho, o qual usando de amor à Virgem fez um oratório simples, onde passou a se reunir com os familiares e vizinhos, para receber todos os sábados as graças do Senhor por Maria. A fama dos poderes extraordinários de Nossa Senhora foi se espalhando pelas regiões do Brasil. Por volta de 1734, o Vigário de Guaratinguetá construiu uma Capela no alto do Morro dos Coqueiros, aberta à visitação pública em 26 de julho de 1745. Mas o número de fiéis aumentava e, em 1834, foi iniciada a construção de uma igreja maior (atual Basílica Velha).No ano de 1894, chegou a Aparecida um grupo de padres e irmãos da Congregação dos Missionários Redentoristas, para trabalhar no atendimento aos romeiros que acorriam aos pés da Virgem Maria para rezar com a Senhora "Aparecida" das águas. O Papa Pio X em 1904 deu ordem para coroar a imagem de modo solene. No dia 29 de abril de 1908, a igreja recebeu o título de Basílica Menor. Grande acontecimento, e até central para a nossa devoção à Virgem, foi quando em 1929 o Papa Pio XI declarou Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil, com estes objetivos: o bem espiritual do povo e o aumento cada vez maior de devotos à Imaculada Mãe de Deus. Em 1967, completando-se 250 anos da devoção, o Papa Paulo VI ofereceu ao Santuário de Aparecida a Rosa de Ouro, reconhecendo a importância do Santuário e estimulando o culto à Mãe de Deus. Com o passar do tempo, a devoção a Nossa Senhora da Conceição Aparecida foi crescendo e o número de romeiros foi aumentando cada vez mais. A primeira Basílica tornou-se pequena. Era necessária a construção de outro templo, bem maior, que pudesse acomodar tantos romeiros. Por iniciativa dos missionários Redentoristas e dos Senhores Bispos, teve início, em 11 de novembro de 1955, a construção de uma outra igreja, a atual Basílica Nova. Em 1980, ainda em construção, foi consagrada pelo Papa João Paulo ll e recebeu o título de Basílica Menor. Em 1984, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) declarou oficialmente a Basílica de Aparecida Santuário Nacional, sendo o "maior Santuário Mariano do mundo".

fonte da imagem:http://blog.cancaonova.com/viverbem/files/2009/10/aparecida.jpg

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Ano da Fé será aberto no Brasil na festa da Padroeira


novenaaparecida2012O Ano da Fé, que será oficialmente aberto pelo Papa Bento XVI em Roma nesta quinta-feira (11), terá início oficial na Igreja do Brasil no dia 12 de outubro, data em que se comemora a Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. A abertura se dará durante a missa solene da festa no Santuário Nacional, às 10h, que terá a presidência do Cardeal Arcebispo Emérito de São Paulo, Dom Cláudio Hummes.

A presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) convidou Dom Claudio para presidir a Celebração Eucarística porque o Cardeal Arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, Dom Raymundo Damasceno Assis, está em Roma onde participa da abertura a convite do papa.

Dom Damasceno explicou que esta não é a primeira vez em que o Papa proclama um Ano da Fé. “O Papa Paulo VI, que é hoje venerado como Servo de Deus, proclamou também o Ano da Fé em 1967”.

O presidente da CNBB ressaltou ainda que Bento XVI, na Carta Apostólica Porta fidei (Porta da Fé), recorda a beleza e a centralidade da fé a nível pessoal e comunitário e fazê-lo em uma dimensão missionária.

“Precisamos fazer com que a beleza e a centralidade da fé cheguem até as pessoas que não conhecem Jesus Cristo e também na ótica da nova evangelização, isto é, fazer com que as pessoas que foram evangelizadas, mas que se esqueceram de Jesus recuperem a sua fé e retornem a vida da comunidade”, acrescentou o Cardeal.

Dom Damasceno reforçou que o Ano da Fé deve ser um momento para propor a leitura dos documentos do Concílio Vaticano II e aprofundar a sua reflexão para encontrar uma luz para nos guiar como cristãos no mundo de hoje.

“Portanto, a renovação da fé deve ser prioridade, um compromisso de toda a Igreja nos nossos dias”, acrescentou.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Santa Missa na Catedral Metropolitana de Fortaleza abre o Ano da Fé na Arquidiocese de Fortaleza

A abertura do Ano da Fé na Arquidiocese de Fortaleza se dará com uma Santa Missa no próximo dia 11 de outubro de 2012, quinta-feira, às 19h00min, na Catedral Metropolitana de Fortaleza.
O Arcebispo Metropolitano de Fortaleza, dom José Aparecido Tosi Marques, enviou uma Carta Circular sobre Ano da Fé – leia aqui, onde convida todos os fieis católicos a participarem do Ano da Fé. “Como expressão de plena comunhão eclesial com o Santo Padre Bento XVI, estaremos entrando no ANO DA FÉ, que ocorrerá de 11 de outubro de 2012 – aniversário da abertura do Concílio Vaticano II até o dia 24 de novembro de 2013 – Solenidade de Cristo Rei” – trechos da Carta.
“Convocamos a todos os sacerdotes diocesanos e religiosos em nossa Arquidiocese, com os fiéis religiosos e leigos representantes das comunidades, para participar deste momento tão significativo em que nos uniremos como Igreja Particular a todas as Igrejas na comunhão com o Papa nas comemorações do Jubileu de 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II”, diz o Arcebispo na carta.
Dom José Antonio, solicita as paróquias e todas as comunidades da Arquidiocese de Fortaleza que também façam a abertura do ANO DA FÉ, em comunhão com o Santo Padre e com toda a Igreja, no dia 12 de outubro, sexta-feira – SOLENIDADE DE NOSSA SENHORA APARECIDA – Rainha e Padroeira do Brasil.
Na Carta o Arcebispo também recomenda a todos a leitura e meditação da Carta Apostólica Porta Fidei, com a qual o Santo Padre propõe as comemorações jubilares com o Ano da Fé.



domingo, 7 de outubro de 2012

Avisos


  • Toda Terças feira, Círculos Bíblicos após a Missa
  • Convidamos pessoas para a pastoral do Crisma. Maiores informações na secretaria da paróquia.
  • Dia 11 de outubro, sairá um ônibus aqui da paroquia para Catedral ( missa De abertura do ano da Fé). Valor do transporte: R$:4,00(quatro reais). Horário de saída do onibus: 17:30.
Fragmento dos avisos da Igreja Matriz do dia 07/10/2012.