quinta-feira, 30 de julho de 2015

Missa para 5 mil Coroinhas será realizada na Catedral Metropolitana de Fortaleza

A Igreja Católica dedica o mês de agosto à reflexão sobre a Vocação (Chamado de Deus) e as atividades começam dia 1º com a Missa dos Coroinhas na Catedral Metropolitana de Fortaleza, com expectativa de receber cinco mil crianças e jovens que servem ao altar durante as missas nas 150 paróquias e Áreas Pastorais da Arquidiocese. A programação tem início às 8h com momento de oração e formação seguido de Celebração Eucarística presidida pelo arcebispo dom José Antonio, às 10h.
Missa dos Coroinhas em 2014.


 A Missa dos Coroinhas está dentro da programação festiva do Jubileu Centenário da Arquidiocese de Fortaleza e é um aquecimento para a Jornada Vocacional de Fortaleza- JVF, que será realizada dia 30 de agosto no colégio Santa Isabel. “Todas as atividades vocacionais terão seu ápice na Jornada Vocacional. A Missa dos Coroinhas Será um momento de formação e celebração, uma ocasião para se refletir sobre o chamado de Deus na vida de cada um”, destaca Padre Rafhael Maciel, responsável pela Pastoral Vocacional na Arquidiocese de Fortaleza.

Padre Rafhael Maciel, responsável pela Pastoral Vocacional de Fortaleza.


 Curiosidade 

As crianças e adolescentes que participarão da Missa terão a oportunidade de visitar a Cripta da Sé. Ela é a única que desde a sua inauguração em 1962, consagrou seu espaço à juventude. A “Cripta dos adolescentes”, como foi denominada por D. Antônio de Almeida Lustosa, arcebispo da época, homenageia em seis altares santos que morreram na adolescência: Tarcíso, Domingos Sávio, Pancrácio, Luzia, Inês e Goretti.


 SERVIÇO 

Missa dos Coroinhas
 Data: 1º de agosto de 2015
Local: Catedral Metropolitana de Fortaleza
 Horário: 8h (oração e formação); 10h (Missa com o arcebispo)
 Mais informações: 3290.1045 Atendimento à imprensa: 9.8894.3283

sexta-feira, 24 de julho de 2015

SEGUNDA NOITE DO FESTIVAL HALLELUYA, REGISTRA 180 MIL PESSOAS






Segundo dia

O Festival Halleluya recebeu 180 mil pessoas para curtir Rosa de Saron, banda Dominus, Eros Biondini, e Lírios do Vale nesta quinta-feira, 23. No primeiro dia, foram mais de 140 mil pessoas. A expectativa é alcançar 1 milhão de participantes nos cinco dias.


Além do palco principal, o público aproveitou a programação dos outros sete espaços temáticos: Halleluya Kids, Espaço da Misericórdia; na Arena Cultural, estão o Pátio Halleluya, a Praça Quero Mais, o Adventure, Festival de Artes e Fazendo Barulho.


A banda de pop rock Lírios do Vale subiu ao palco do Halleluya nesta quinta-feira, 23. As músicas animadas e a interação com o público levaram os jovens a viver uma experiência nova. Foi a primeira vez que o grupo se apresentou no Halleluya. Eros Biondini comemora 25 anos de carreira. Com 10 CDs lançados, Eros já é bem conhecido do público Halleluya e apresenta nesta edição uma coletânea de canções.


“A maior alegria em evangelizar através da música é ver os resultados, destaca  Leo Rabello, vocalista da banda Dominus.



Solidariedade


A solidariedade deu o tom da segunda noite de Halleluya. Nágela Lima, coordenadora de captação de doadores do Hemoce, explica que a parceria entre o Hemoce e o Halleluya surgiu em 2003 e, nestes anos, cerca de 7 mil vidas foram salvas pelo evento. “O Halleluya hoje é nosso maior parceiro na captação de doadores, aqui temos muitos doadores fidelizados e muitos ainda que nos procuram pela primeira vez para doar motivados pelo sentimento de solidariedade e fraternidade que o evento proporciona”.


Já a Promoção Humana Shalom desenvolve quatro principais projetos: Projeto Volta Israel, que trabalha com dependentes químicos; Projeto José do Egito, que atua com crianças e adolescentes em vulnerabilidade social e administra uma creche que acolhe 100 crianças em Fortaleza. Há ainda o Projeto Jesus Meu abrigo, que acolhe em média 50 moradores de rua em um albergue no Centro da capital (700 moradores anualmente) e o Mãe das Dores, que produz trabalhos de evangelização em hospitais, presídios ou centros de internação para adolescentes.


Entre os espaços, destaque para a Praça “Quero Mais”, espaço de divulgação do “Halleluya Quero Mais”, novidade na Arena Cultural deste ano. A Praça disponibiliza bancos e cadeiras, uma pizzaria, carrinhos de food truck (com churros gourmet), uma cafeteria, palco com atrações secundárias, data show que transmite as atrações do palco principal e tomadas para recarga de celulares. Já o Halleluya Kids, oferece alegria e brincadeira com segurança às crianças.


O YouCat Center Brasil marca presença, pela primeira vez, no Festival Halleluya. Um stand personalizado no Espaço Cultural atrai centenas de pessoas nos cincos dias do evento. Para Jerônimo Laurício, coordenador do espaço YouCat, é uma grande alegria participar do Halleluya. A instituição tem a parceria da Fundação Ajude a Igreja que Sofre.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

PAROQUIANOS COMEMORAM OS 11 ANOS DE VIDA SACERDOTAL DO PADRE LUÍS GABRIEL




Os paroquianos de São João Eudes, paróquia localizada no bairro Luciano Cavalcante, comemoram, na noite de ontem, os 11 anos de vida sacerdotal do pároco Luís Gabriel Mendoza Morales, com uma missa, celebrada pelo aniversariante, e formaram um coral para cantar o tradicional “Parabéns pra você”, na hora de cortar o bolo.
Foi uma festa muito bonita, que contou com a presença de representantes das cinco capelas – Igreja Matriz (Menino Deus), Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Santa Luzia, escolhida para os festejos, porque está completando 100 anos;  Nossa Senhora da Misericórdia e Nossa Senhora da Libertação, “o que deixou o padre muito feliz”, comentou uma paroquiana.


AGRADECIMENTO

O padre Luís Gabriel entrou feliz, mesmo, na procissão, que era composta por seminaristas e membros do Ministério Extraordinário da Sagrada Comunhão (Mesc) das cinco capelas. E antes de dar início à celebração agradeceu a todos que participaram da organização da festa, que começou na Capela de Santa Luzia e terminou na pracinha ao lado, com todos se confraternizando e comendo salgadinhos e refrigerantes e bolo.


Inspirado, o padre Luís Gabriel relatou a sua vida até chegar hoje aonde está, pároco de São João Eudes. Explicou a escolha do dia 22 de julho, quando se comemora o dia de Santa Maria Madalena, o encontro de Madalena com Jesus.

HOMENAGEM

A paroquiano Ana Maria, paroquiana de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, foi a escolhida para agradecer ao padre Luís Gabriel, o muito que ele fez pela Paróquia São João Eudes, “o belíssimo trabalho que ele vem desempenhando aqui”.
Para chegar ao belo trabalho, ela pegou um texto de São João Eudes e leu na íntegra,contendo a espiritualidade eudista o que agradou a todos e chegou a emocionar a algumas pessoas que participaram da celebração e terminou dizendo, de improviso, “Padre Luís Gabriel o nosso muito obrigado pelo que o senhor fez por nós e por esta Paróquia”.


Terminada a homenagem todos se deslocaram para a pracinha ao lado da Capela, onde todos se confraternizaram, o homenageado apagou a vela do bolo e foi ovacionado e recebeu muitas palmas e abraços.   


Primeira noite do Festival Halleluya, registra 140 mil pessoas

Por: Mattheus Rodrigues



O Festival Halleluya 2015, trás ao público mais de 50 (cinquenta) atrações composta em oito espaços gratuitos ids.

SOLIDARIEDADE:
Tendo em base com a seca que ocorre em alguns interiores do estado do Ceará, a organização do evento solicita para os que forem ao festival, levar um quilo de alimento não perecível, que serão entregues aos mais necessitados que sofrem com a estiagem.
Outro principal objetivo, além da evangelização, é coletar 800 bolsas de sangue, através do Hemoce, superando a meta do ano passado, onde foram registrados mais de 600 doações.

O Ministério Adoração e Vida, atração mais aguardada da noite, subiu ao palco às 1h15min cantando e tocando músicas do novo Cd e relembrando sucessos passados, como "Renda-se", agitando e fazendo um momento de oração.

AGENDA
Quarta-feira - (22/07/2015)
Diego Fernandes
Batista Lima
Adoração e Vida

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Papa enfatiza herança espiritual de Dom Bosco para os jovens

“Como Dom Bosco, com os jovens e para os jovens” é o título da carta que o Papa enviou ao Reitor-Mor, por ocasião do Bicentenário de Nascimento de Dom Bosco
Da redação, com Rádio Vaticano
Por ocasião do Bicentenário de Nascimento de Dom Bosco, o Papa Francisco enviou ao Reitor-Mor, padre Ángel Fernández Artime, uma carta em que deseja dar graças a Deus pelo dom do Santo dos Jovens e “evocar os aspectos essenciais da herança espiritual e pastoral de Dom Bosco para exortá-los a viver com coragem”.
“Como Dom Bosco, com os jovens e para os jovens” é o título da carta, em que Francisco recorda a alegria que sentiu ao encontrar a Família Salesiana reunida em Turim, na Basílica de Santa Maria Auxiliadora, onde repousam os restos mortais do Fundador.
No texto, o Papa ressalta que o mundo mudou muito nestes dois séculos, mas não a alma dos jovens: “Ainda hoje, eles estão abertos à vida e ao encontro com Deus e com os outros, mas existem muitos deles que correm o risco do desencorajamento, da anemia espiritual, da marginalização”.
Francisco afirma ainda que Dom Bosco ensina primeiramente a não ficar observando, mas a colocar-se na linha de frente para oferecer aos jovens uma experiência educativa integral, com uma característica especial: o afeto.
Na carta, o Pontífice indica duas tarefas à família salesiana: a primeira é educar segundo a antropologia cristã à linguagem dos novos meios de comunicação e das redes sociais, que plasmam profundamente os códigos culturais dos jovens, e, portanto, a visão da realidade-humano religiosa; a segunda é promover formas de voluntariado social, não se resignando às ideologias que antepõem o mercado e a produção à dignidade da pessoa e ao valor do trabalho.
“Evoco de modo especial a imperiosa necessidade de envolver as famílias dos jovens. De fato, não pode haver uma pastoral juvenil eficaz sem uma válida pastoral familiar”, acrescenta.
Por fim, o Papa encoraja os salesianos a assumirem a herança do fundador com a radicalidade evangélica que foi sua no pensar, no falar e no agir. Tendo em vista a importância da Carta do Papa, o padre Fernández Artime divulgou um vídeo mensagem para a Família Salesiana.
O texto completo da carta papal, simbolicamente datada em 24 de junho passado – festa de São João Batista e dia do Santo onomástico de Dom Bosco – está disponível no site dos salesianos.
 
 
 
 



segunda-feira, 6 de julho de 2015

QUADRILHA DA PARÓQUIA DA AEROLÂNDIA FAZ BONITA APRESENTAÇÃO



Tendo como tema “Maria”, a quadrilha da Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração, da Aerolândia, em Fortaleza, fez, na noite passada, na pracinha que fica ao lado da Capela Santa Luzia, no bairro Luciano Cavalcante , uma bonita exibição, que agradou a mais de duas centenas dos paroquianos da Paróquia São João Eudes.
A Capela Santa Luzia estava comemorando a festa em honra a São João, dentro ainda dos festejos do seu centenário, com uma presença significativa de paroquianos, que se deliciaram não só com a apresentação da quadrilha Geração Profeta como também com forró pé de serra, bolos, sanduiches, salgadinhos e comidas típicas.



TEMA

A quadrilha da Paróquia da Aerolândia levantou os que estavam assistindo a apresentação,  juntamente com o coreógrafo da quadrilha, Rénison  Maia, que no dia 1º maio estava assistindo a Canção Nova e “Nossa Senhora tocou no meu coração, pedindo-me para prestar-lhe uma homenagem”. Ele começou a pensar no tema, surgiram os cantos, todos eles com Maria. O enredo foi idealizado em cima do Evangelho, desde nascimento de Jesus, com Maria, sua mãe, prometida em casamento a José e antes de passarem a conviver ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo, visita a sua prima Isabel, passando pelas Bodas de Caná da Galileia, a Crucificação de Jesus e a sua Ressurreição, terminando com uma bonita homenagem à nossa padroeira, Nossa Senhora Aparecida, sendo coroada.



Rénison Maia dá folga aos membros da quadrilha durante seis meses, ou seja, a partir de julho, quando estão sendo concluídos os festejos em honra a São João, até janeiro,quando se iniciam os ensaios e, em seguida, as apresentações, que depois de exibição como a da noite de ontem, na Pracinha da Capela Santa Luzia,  encantaram  todos os presentes pelo tema proposto  unido à dança e a alegria de seus membros.



CLERISTON É ACEITO PELA CONGREGAÇÃO EUDISTA




Durante a sua homília, na celebração eucarística de ontem, na Casa de Formação dos Eudistas, em Fortaleza,  o padre Amado Vanegas, que estava celebrando em ação de graças pelos seus 33 anos de sacerdócio, revelou aos presentes não só que estava sendo transferido para Salvador, como também recebera uma informação de que “O seminarista Clériston acaba de ser aceito como pelo membro Associação Jesus e Maria, mais conhecida como congregação Eudista”.

Clériston estava presente à celebração e recebeu a informação de que, a partir desta data pode engajar-se na Congregação, que o está preparando para que no próximo ano ele seja ordenado sacerdote e ainda neste ano venha a ser ordenado Diácono.

Clériston, segundo informação do padre Amado Vanegas, ficará servindo na Paróquia São João Eudes, mas antes tirará férias, que estão sendo iniciadas agora.



PAROQUIANOS COMEMORARAM ANIVERSÁRIO DE ORDENAÇÃO DO PADRE AMADO


Os paroquianos de São João Eudes, paróquia localizada no bairro Luciano Carneiro, comemoraram, ontem de manhã, na Casa de Formação dos Padres Eudistas, os 33 anos de ordenação do padre Amado, com uma celebração eucarística, presidida por ele e um café da manhã, que contou com a presença de um número significativo de amigos, paroquianos  e membros de pastorais.

TRANSFERIDO

Na homília, padre Amado revelou que estava sendo transferido para Salvador, para dar  maior assistência à  Aparecida, na capital baiana, vindo para Fortaleza, para cuidar da área de formação de sacerdotes o padre Johnja Lopes, que estará desembarcando aqui no dia 30, vindo de Bogotá, enquanto ele seguirá no dia 4 de agosto para Salvador.
A transferência do padre Amado Vanegas para a capital baiana deve-se à necessidade de outro padre para auxiliar o pároco Marcos, “porque a Paróquia está se desenvolvendo e  recebendo mais atribuições da Arquidiocese de Salvador, como ordenações sacerdotais”e ela está completando 15 anos.

TEMPO

O padre Amado é o representante dos “Eudistas” no Brasil. Ele tinha três cargos em Fortaleza, sendo um como superior da congregação, e mais responsável pela formação de sacerdotes e de  toda a parte econômica. No Ceará, existe a figura do superior local e a congregação terá que nomear um outro superior, “porque a ideia é formar uma outra comunidade”.

Ontem, o padre Amado completou 33 anos de sacerdócio, que ele fez questão de dizer “que era a idade de Cristo”. Foi ordenado em Medelin, na Colômbia, em Santa Rosa. Veio para Fortaleza, onde está completando 8 anos e meio, sendo quatro deles como reitor do Seminário Arquidiocesano, mais conhecido por Seminário São José, no bairro Castelão.